Oração

A oração como um ato de autoesvaziamento

A oração pode ser compreendida por vários ângulos à partir de um estudo mais profundo na bíblia. Mas aqui, vamos olhar rapidamente para ela como uma prática de autoesvaziamento de tudo o que aflige o coração, como a ansiedade, as preocupações e pressões que a vida reserva.

O apóstolo Pedro recomendou aos cristãos da sua época a olharem para essa prática seguindo esse viés. Disse ele: “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.” 1 Pedro 5:7 . Nota-se que na oração está a oportunidade de colocar nas mãos de Deus aquilo que as suas mãos cansadas não podem suportar. Está a oportunidade de lançar sobre os ombros do Pai as lutas e fardos que muitas vezes seus ombros já não carregar mais.

Não é a vontade de Deus que seus filhos andem cansados e sobrecarregados com as preocupações que a vida constantemente despeja sobre eles. Jesus disse: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso.” Mateus 11:28. O propósito do caminho não é o martírio, mas a vida abundante em Cristo Jesus. Pois o martírio ele já passou por nós. Ainda que Jesus tenha deixado seus discípulos alertados quanto a realidade das aflições presentes no mundo, ele os encorajou a ter ânimo, pois afirmou tê-las vencido.

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” João 16:33

Quando você ora, suas palavras ou lágrimas extraem de você toda a dor e apertos e os lançam nas mãos do Pai. Daí em diante, você pode descansar, pois tudo foi colocado para fora. É verdade que tudo sempre esteve no controle do Pai, e ele cuida de você. Mas o seu cuidado também tem a ver com manter o seu coração em paz, pois ele é o Deus de toda a paz. Os problemas sempre estão sob o seu controle, mas nem sempre o seu coração está. Nem sempre você abre o seu coração para ele.

Quando você ora você inicia um processo de “auto-esvaziamento” de tudo aquilo que te aflige. Portanto, ore até o seu coração não doer mais, até você estar em paz.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo