FamíliaVida Cristã

Filhos, escutem seus pais!

A obediência aos pais é o fiel da balança de uma sociedade ordeira. Quando a família se desintegra, a sociedade se corrompe. Quando os filhos deixam de honrar os pais e obedecê-los, o caos se estabelece nas ruas. Não há igrejas fortes nem nação forte sem famílias fortes; e, não há famílias fortes, onde os filhos não honram nem obedecem a seus pais. Os filhos que obedecem aos pais não apenas poupam a si mesmos de muito sofrimento, mas também usufruem preciosas promessas de Deus. Destacaremos dois pontos acerca desse momentoso assunto.

Em primeiro lugar, um mandamento: a obediência aos pais precisa ser pronta e diligente. Salomão, inspirado pelo Espírito Santo, escreveu: “Filho meu, ouve o ensino de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe” (Pv 1.8). A obediência aos pais é uma receita segura para a bem-aventurança. Os filhos que honram os pais e os obedecem têm a promessa de uma vida longeva e bem-sucedida. Porém, aqueles que tapam os ouvidos ao ensino e à instrução de seus pais, pavimentam o caminho do desastre. Muitos filhos, seduzidos por más companhias e arrastados por paixões mundanas enveredam-se por caminhos sinuosos e caem em abismos profundos. Quantos jovens vivem hoje prisioneiros das drogas, cativos do álcool, presos no cipoal da impureza, porque não escutaram o conselho dos pais. Quantos casamentos desastrosos porque os jovens não ouviram a orientação dos pais no tempo do namoro. Quantos fracassos morais, quantas lágrimas amargas, quantas mortes precoces porque os filhos preferiram ouvir outras vozes em lugar de escutar o conselho de seus pais. A desobediência aos pais é um sinal evidente da decadência da nossa geração. O conflito de relacionamento entre pais e filhos é uma prova insofismável do fracasso da nossa civilização. A única forma de termos famílias sólidas, igrejas saudáveis e uma sociedade justa é voltarmo-nos para os preceitos da palavra de Deus, que estabelece como lei moral, a necessidade os filhos obedecerem seus pais. Sem a conversão dos pais aos filhos e dos filhos aos pais, a maldição torna-se inevitável. Os preceitos de Deus não caducaram. Eles são a única receita para a verdadeira felicidade no lar, na igreja e na sociedade.

Em segundo lugar, uma promessa: a obediência aos pais traz honra aos filhos. Salomão acrescenta: “Porque serão diadema de graça para a tua cabeça e colares, para o teu pescoço” (Pv 1.9). Os filhos que honram os pais e os obedecem são bem-aventurados na vida. A obediência é o caminho seguro da longevidade e da prosperidade. Essa disposição de obediência livra os filhos de muitos perigos e adorna a vida deles com muitas honras. O sábio compara essa obediência à uma diadema sobre a cabeça e a um colar no pescoço. Ambas as imagens falam de honra e beleza. A obediência aos pais traz honra aos filhos. A obediência aos pais torna a vida dos filhos mais suave, bela e feliz. A obediência aos pais não apenas protege os filhos de perigos mortais, companhias nocivas e lugares escorregadios, mas, também, toma-os pela mão para levá-los a um lugar alto de segurança, a um jardim engrinaldado de felicidade e a uma sala adornada de honra. Filhos, escutem seus pais! Honrem seus pais! Os pais são autoridade de Deus em sua vida. Rejeitar essa autoridade é insurgir-se contra o próprio Deus. Obedecer aos pais é colocar-se debaixo da própria autoridade de Deus, que delegou a eles a responsabilidade de criar seus filhos na disciplina e admoestação do Senhor. Você quer ser bem-aventurado na vida? Escute seus pais! Você quer fazer um casamento feliz? Escute seus pais! Você quer ser bem-sucedido em sua vida profissional? Escute seus pais! Você quer viver de forma maiúscula e superlativa? Escute seus pais!

Este artigo foi escrito por Pr. Hernandes Dias Lopes

Tags
Mostrar Mais

Bom Caminho

Bom Caminho existe para proclamar as boas novas de Cristo, fornecendo conteúdo puro e simples da Palavra de Deus através de cursos teológicos, literatura, e conteúdo online gratuito.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Close
Close