Artigo

Eu não entendo os cristãos assistindo Game of Thrones

Por Kevin DeYoung

Esta não será uma publicação longa. Porque a questão não parece ser tão complicada.

Não entendo os cristãos assistindo Game of Thrones.

Sempre que há um novo episódio, meu fluxo de Twitter transborda com pessoas falando sobre Game of Thrones. Em primeiro lugar, estou espantado com o fato de que muitas pessoas tenham a HBO. Mas em segundo lugar, e muito mais importante, eu sempre fico espantado com o fato de um número de pessoas que eu respeito – pessoas inteligentes, cristãos sérios, bons pensadores conservadores – estarem, obviamente, assistindo (e amando) a série.

Verdade, eu não vi isso. Nem um episódio. Nem uma cena. Eu quase não sei nada sobre a série. Eu sei que muitas pessoas a consideram absolutamente fascinante – cheia de personagens convincentes, uma história atraente e excelente atuação, escrita e estética.

Mas não é também cheia de sexo? Com muitas e muitas cenas de sexo incrivelmente fortes? Eu fiz uma pesquisa no Google para “Game of Thrones sex” e encontrei manchetes (eu evitei imagens e só li manchetes) sobre cenas de sexo que você não pode ver e as melhores cenas sexuais da série e por que Game of Thrones está tão comprometido com o sexo desnudo e explícito (às vezes violento). A menos que eu esteja enganado, a série não deu uma volta à modéstia nos últimos meses. Parece-me que a sensualidade – de natureza muito novelística – é uma parte importante da série. E ainda assim, um bom número de cristãos conservadores tratam a série como imperdível.

Não entendi.

Eu sei que algumas pessoas dirão que isso não incomoda sua consciência ou que é arte ou podem ver o sexo pecaminoso sem participar dele. Mas isso não muda o que a Bíblia diz sobre a importância da pureza e do poder do olho. Kevin DeYoung

Não vou repetir o que John Piper já escreveu. Suas duzentas perguntas merecem uma pergunta, não só para este seriado, mas para todas as nossas escolhas de entretenimento. Eu só quero fazer uma outra pergunta: Alguém realmente pensa que quando Jesus advertiu contra olhar para uma mulher com intenção impura (Mateus 5:27), ou quando Paulo nos pediu para evitar toda indicação de imoralidade sexual e nem mesmo falar sobre as coisas que o mundo faz em segredo (Efésios 4: 3-12), que de alguma forma isso significava, vá em frente e veja homens e mulheres nus fazendo (ou fingirem fazer) sexo?

Eu sei que algumas pessoas dirão que isso não incomoda sua consciência ou que é arte ou podem ver o sexo pecaminoso sem participar dele. Mas isso não muda o que a Bíblia diz sobre a importância da pureza e do poder do olho. O fato é que nossas consciências são feridas; as cenas de sexo fumegantes não são o tipo de arte para a qual podemos dar graças; E é difícil imaginar que Paulo teria sido legal com os crentes em Éfeso, observando sexo simulado por uma taxa mensal, desde que não se conectem na vida real.

Não espero que aqueles que são estranhos à luz sejam incomodados pela escuridão. Mas para os cristãos conservadores que se preocupam com casamento e imoralidade e decência em tantas outras áreas, é desconcertante que Game of Thrones tenha passe livre. “Olhe cuidadosamente, então como você anda“, é a palavra de Deus para todos nós, “não como imprudente, mas como sábios, remindo o tempo; porquanto os dias são maus.” (Efésios 5: 15-16).

por Kevin DeYoung

Fonte
TGC - The Gospel Coalition
Tags

Bom Caminho

Bom Caminho existe para proclamar as boas novas de Cristo, fornecendo conteúdo puro e simples da Palavra de Deus através de cursos teológicos, literatura, e conteúdo online gratuito.

Artigos Relacionados

3 thoughts on “Eu não entendo os cristãos assistindo Game of Thrones”

  1. Texto sucinto e objetivo. Pra mim é simples..Jesus assistiria GoT?
    Mas creio ser um termômetro, cristãos estarem fazendo questão de assistir. São os frutos de onde suas raízes estão cravadas e do quê elas estão se nutrindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desativando o bloqueador de anúncios